20 anos de cultura, musicalidade e entretenimento em Itapuã

ITAPUÃCITY

casa-da-musicaA Casa da Música, que fica localizada em Itapuã, completa hoje 20 anos de existência. O local foi fundado juntamente com o Parque Metropolitano do Abaeté no ano de 1993.

No embalo do aniversário da Casa, serão comemorados hoje também os seis anos de um dos eventos mais significativos do local atualmente, que é o Sarau de Itapuã. Na noite desta segunda (2), a Casa da Música receberá homenagens especiais das Ganhadeiras de Itapuã, Tonho Matéria, e outros convidados.

O coordenador da Casa da Música, Amadeu Alves, deixou uma mensagem de entusiasmo e agradecimento a todos que vem colaborando com o trabalho cultural e musical da Casa:

Logo mais, nessa segunda-feira, 02 de setembro, estaremos celebrando os 20 anos desse espaço cultural, que foi fundado no dia 03 de setembro de 1993, junto com o Parque Metropolitano do Abaeté.

Durante quase 14 anos, ele funcionou com um propósito de mostrar uma cara da “Música Baiana” que não correspondia à amplitude do que realmente existe de diversidade nesse nosso universo musical.

Nos quase sete anos dessa nova coordenação, cabendo a mim e equipe, a responsabilidade de dirigir e promover o movimento da Casa da Música em direção à comunidade de Itapuã e seus arredores, senti que devia trabalhar sem muitas expectativas de grandes apoios, em um cenário, onde a nova política cultural, estreada por um novo governo, por novos gestores, causava muitos questionamentos, mas que, pra mim, sem dúvida inaugurava e inaugura um novo momento para artistas, consumidores e toda a cadeia produtiva da arte e cultura baiana, com pensamentos e ações de estruturação institucional. (veja http://www.cultura.ba.gov.br/)

Um momento onde é possível acreditar que podemos ser mais autênticos, e que não temos apenas um único caminho para sobreviver, desenvolver nossa arte, e prosperar. NOSSO AXÉ É MUITO MAIS RICO E FUNDAMENTAL DO QUE SE PENSOU EM ALGUM MOMENTO HISTÓRICO DA NOSSA BAHIA.

Então, trabalhando junto com pessoas comprometidas e dedicadas a colocar os espaços culturais geridos pela SECULT (Secretaria de Cultura do Estado da Bahia), numa condição mais digna e servindo como equipamentos possíveis, viáveis, vivos, dinâmicos, e ocupados pelos fazedores de cultura de cada território, posso testemunhar o empenho feito por colegas de dentro da DEC (Diretoria de Espaços Culturais) e outros coordenadores de Centros de Cultura que arregaçam as mangas e dizem pra que vieram. Todos alinhados com o trabalho que já vinha sendo implementado pelas gestões a nível federal, de Gilberto Gil e Juca Ferreira, e a nível estadual, por Marcio Meireles e atualmente por Albino Rubim.

A Casa da Música é um dos 17 espaços culturais espalhados por todo o estado, e entre as diversas atividades desenvolvidas, uma está sendo destacada nesse momento de celebração, pois corresponde a um dos primeiros passos dados pela nova coordenação, no ano de 2007. É o SARAU DE ITAPUÃ, feito em parceria com a IMA (Independência Musical Associada), que está inteirando 06 anos de existência.

Nesse período, muitos parceiros colocaram um tanto de força nessa construção, e quem ganhou foi toda a comunidade que quinzenalmente tem uma opção de entretenimento e cultura de qualidade.
144 Saraus realizados. Mais de duzentas participações de músicos, cantores e cantoras, grupos, poetas, dançarinos, circenses, palestrantes, gestores, educadores, artesãos.

Filmes, documentários, feiras solidárias, exposições de artes visuais. Tudo disponibilizado gratuitamente para a população local e visitantes.

Falar do SARAU DE ITAPUÃ, é falar de encontros, reencontros, rede de parcerias, encantamento, participação, transversalização da cultura, economia criativa, e de BOA VONTADE, BEM QUERER!!!

Pensem que tudo isso aconteceu com esse ingrediente essencial, o BEM QUERER.

Todos os participantes se doaram voluntariamente, compartilhando um tanto dos seus talentos para o próximo, num gesto de amor à vida.

É isso, um sinal de que NEM TUDO ESTÁ PERDIDO, e que temos responsabilidade nessa construção social, para que realmente a esperança seja algo natural e vivo no nosso cotidiano.

PARABÉNS À CASA DA MÚSICA E TODA A SUA EQUIPE TÃO DEDICADA!!!

VIVA O SARAU DE ITAPUÃ, QUE COM ARTE E ENCANTAMENTO VEM AUXILIANDO A SARAR MUITAS FERIDAS, E TRAZENDO SAÚDE PRA TODOS NÓS ATRAVÉS DA SIMPLICIDADE DA ARTE E DA POESIA DA VIDA.

Amadeu Alves (Madrugada de 02 de setembro de 2013)

Fonte: ItapuãCity

Next Post

Pescarias e Pescadores

Não é a primeira, e provavelmente não será a última, vez que este espaço reverencia a atividade pesqueira de Itapuã. Esse patrimônio cultural é parte da história deste lugar cravado à beira mar e que tem as Histórias dos Pescadores no seu cotidiano, nas canções que nascem por aqui e […]