Boêmios sofrem para encontrar bares abertos após 22h

ITAPUÃCITY

Sair pra se divertir não tem dia e nem hora. É comum que depois do trabalho, ou da faculdade, as pessoas queiram ir para algum barzinho à noite para jogar conversa fora com os amigos. Mas durante a semana, o que seria um momento de descontração acaba se transformando em uma frustração.

À procura de um ambiente calmo para bater papos com os amigos em noites semanais, o professor Diogo de 30 anos, nos conta que, lugares como boates não o atraem muito e das várias vezes que tentou sair a noite, deu de cara com vários estabelecimentos fechados ou fechando. “Alguns bares, ainda que abertos, recusam-se a atender novos clientes, aguardando apenas os presentes saírem para fechar o bar” disse insatisfeito.

Morador do bairro de Itapuã, ele ainda chama atenção para a violência e para a dificuldade de se deslocar para outro bairro à procura de algo mais interessante. “Após certo horário, as poucas opções que há geralmente são distantes, o que desanima, visto que aumenta probabilidade de ser abordado numa blitz da Lei Seca”, desabafou.

Fonte: Tribuna da Bahia

Next Post

O Metrô (NÃO) virá!

Não causou nenhuma surpresa a notícia de que o metrô não estará pronto em 2014, como alardeavam alguns políticos. A certeza de que o projeto – trunfo de campanhas para eleição e reeleição – não vingaria tão cedo, sempre esteve presente entre os soteropolitanos. O governo comemora as conquistas do […]