Caminhando sobre as águas

ITAPUÃCITY

Desde a popularização dos esportes náuticos de prancha que os mares se encheram de pessoas deslizando sobre a água em pé, ajoelhadas ou deitadas, obedecendo à velocidade da onda, do vento, ou de algum veículo a motor que impulsione o surfista. Enquanto que na canoagem os praticantes conduzem as suas canoas utilizando de remos para vencer a inércia, sendo a força e a vontade de remar os fatores determinantes para a velocidade atingida na água. Unindo o útil ao agradável, ou melhor, o surfe a canoagem, foi desenvolvido o Stand-Up, que em tradução literal significa de pé.

Por apresentar condições propícias à prática desta modalidade, as praias de Itapuã e Piatã foram rapidamente povoadas pelos stand-upers. A princípio o remo e a prancha de tamanho avantajado causaram certo estranhamento entre os visitantes da praia, que acharam aquele movimento um tanto quanto esquisito e não apostavam no crescimento do esporte.

No entanto, contrariando as expectativas e provando que nem sempre a primeira impressão é a que fica, o Stand-Up caiu no gosto popular e o esporte não para de crescer.

Assim como as demais modalidades de surfe, o Stand-Up é possível de ser praticado por todos independente de faixa etária ou sexo, porém, ele leva uma vantagem sobre os seus semelhantes que é a não necessidade de ondas no mar para a sua prática. Afinal de contas, além das descidas no embalo das ondas os surfistas do remo realizam também travessias caminhando a remadas sobre as águas; o que permite a prática do esporte também em rios e lagoas de águas calmas.

O Stand-Up é um esporte que veio oferecer mais uma opção de bem-estar às pessoas que buscam na prática de atividade física o bom condicionamento do corpo, da mente e do espírito. Por isso, nada mais natural que ele tenha encontrado em Itapuã um espaço para ser cultivado, praticado e difundido.

Next Post

Churrascaria em Itapuã teve ao todo 167 contaminados, diz Vigilância Sanitária

Foram registrados ao todo 167 casos de clientes da Churrascaria e Pizzaria do Galego, em Itapuã, que passaram mal após fazerem refeições no local, segundo informou ontem a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Dois exames foram feitos no Hospital da Bahia e quatro no Laboratório Central de Saúde Pública Professor […]