Escola de Samba Unidos de Itapuã busca apoio para projetos

1604440_643418395706310_252936942_n
Escola de Samba Unidos de Itapuã em apresentação na Lavagem de Itapuã 2014

Em meio aos múltiplos grupos culturais tradicionais de Itapuã, o projeto da Escola de Samba Unidos de Itapuã foi criado com o objetivo de resgatar um dos símbolos dos antigos carnavais na Bahia, mas com proposta inovadora, que ultrapassa os festejos de Momo. “Itapuã nunca teve uma escola, mas tínhamos alguns grupos de samba. Então aproveitamos esse gancho e criamos a entidade. Começamos a ensinar jovens a tocarem instrumentos musicais”, explica o idealizador, Ciro Júnior, mais conhecido como ‘Cuca’.

Ele afirma que a Escola é um projeto gratuito, aberto à população. “São oferecidos cursos que ensinam percussão para os jovens mostrarem seu talento e ainda podem obter retorno financeiro”, diz.

Cuca destaca que, no ano passado, o grupo recebeu muitos idosos os quais integraram apresentações tocando e dançando. “Foi uma experiência muito gratificante”.

Ele frisa que a continuidade dos trabalhos depende da boa vontade de amigos. “Não temos apoio ou recebemos incentivos de órgãos, só contribuições de parceiros do bairro”, sustenta.

A entidade ainda não possui sede e realiza os ensaios na casa de eventos Senzala do Samba e no bar Rumo do Vento localizado no Alto da Bela Vista. “Fizemos apresentação na Lavagem de Itapuã e no Carnaval. Com o nosso trabalho, estamos mostrando uma outra Itapuã para o mundo, além das músicas de Vinícius de Moraes e Caymmi”, finaliza.

Fonte: ItapuãCity | Camila Barreto

Next Post

Televisão francesa mostrará grupo cultural de Itapuã em documentário

Que Itapuã é um dos celeiros da cultura soteropolitana e janela para as histórias que traduzem o Brasil, não é novidade. Agora, o paraíso de Dorival Caymmi chega a outro patamar e será levado para o mundo através de documentário produzido por uma televisão francesa, por meio da Associação Educacional […]