Internauta expressa sua paixão por Itapuã

Tivemos a grata surpresa de receber uma releitura de Itapuã, na experiência descrita por nossa internauta Rita Portela. Depois de anos morando em Salvador, ela descobriu o encanto do nosso bairro e lembrou da sua terra natal. Confira:

Itapuã e Irará

Hoje eu entendi a minha paixão por Itapuã! Nascida e criada em Irará, sertão da Bahia, conhecia Itapuã apenas de versos e de passagem! Até que fui participar do Curso da Orquestra de Pandeiros, na Casa da Musica no Abaeté! Como todo sertanejo, cheguei desconfiada, arrastando a minha timidez. Aos poucos fui me sentindo acolhida, conhecendo pessoas de outros grupos, participando dos Saraus e tomando conhecimento de toda a movimentação cultural em torno da Casa da Musica! Aí veio o encanto! Além das belezas naturais e da encantadora Lagoa do Abaeté, os companheiros da Orquestra, o pessoal da Casa da Musica, Analu, Amadeu e Geane, Glauvania, personalidades como Dona Salvadora, Sr. Rege, Sr. Pedreira, As Ganhadeiras de Itapuã, O Bloco Malê Debalê, A Escola de Samba Unidos de Itapuã com sua bateria afinada e contagiante, Marli e Baden grandes passistas e Sr. Pedreira o Mestre Sala, deslizando nos passos suaves e precisos! Hoje de madrugada, acordei com o foguetório! Ah, a Alvorada anunciando a festa e chamando o povo para participar da Lavagem da Igreja! Passei o dia com o coração apertado lembrando da Festa de Fevereiro do Irará! Pois é, depois de tantos anos morando em Salvador, encontrei um pedaço de Irará em Itapuã! Os festejos, o Samba de Roda, as pessoas simples, alegres e acolhedoras! Viva Itapuã! Viva Abaeté! Viva Irará! “A maré encheu A maré vazou De longe, bem longe Eu avistei Irará!”

Rita Portela – Salvador, 20/02/2014.

 

Fonte: ItapuãCity

Next Post

Abelhas se instalam em poste e atacam moradores de Itapuã

Os moradores da rua Antonio Casaes, no bairro de Itapuã, estão com medo de sair de suas casas. Mas o motivo não é a violência. O perigo vem de seres muitos menores: abelhas. Em contato com o Cidadão Repórter, o morador Paulo Roberto Santana explicou que os insetos criaram uma […]