Mancha escura surge também no mar de Itapuã

Ainda é desconhecida a origem da água de cor escura que apareceu, no último final de semana, nas areias da Praia de Patamares. A mancha estendeu-se até o mar. Na manhã de terça-feira, 5, técnicos da equipe de fiscalização do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realizaram vistoria no local e devem divulgar até o final desta semana relatório sobre a origem da água.

De acordo com informações da assessoria de comunicação do órgão, já foi descartada a possibilidade de vazamento de óleo. Desde o último domingo, funcionários da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) realizam estudos no local e em áreas próximas. Mas até o momento não constataram nenhum vazamento ou obstrução que possa ter contribuído com aumento do fluxo de esgoto para a foz do Rio Jaguaribe.

Em Itapuã, a água desce por uma tubulação desativada, localizada em frente à praia e segue até o mar. Por conta do mau cheiro, o barraqueiro Márcio Alves afirma que o movimento na praia caiu significativamente. “É desagradável para os banhistas. Além do mau cheiro, há muitos mosquitos. Os turistas ficam espantados”, afirmou.

* informações do A Tarde Online

Next Post

Prefeitura consegue liberar verba para restaurar Mercado de Itapuã

A prefeitura de Salvador conseguiu, após decisão da Justiça federal, a liberação de cerca de R$ 40 milhões em recursos do governo federal que serão utilizados em obras da cidade e estavam bloqueadas. O anúncio da liberação foi feito, ontem, pelo prefeito ACM Neto (DEM). Os recursos estavam bloqueados desde […]