Morador de Itapuã sugere ato de mobilização contra descaso com rio poluído do bairro

Atento às divulgações que o Itapuã City realiza sobre o bairro, um dos nossos leitores nos enviou uma sugestão que depende de toda a comunidade para dar certo: após notar que diversas matérias têm mencionado a poluição do Rio Xangô, no Km 17, o morador de Itapuã há 40 anos sugere que a comunidade se mobilize em prol da limpeza do local. 

“Não entendo o motivo de a prefeitura tratar com tanto descaso esse assunto. Acredito que seja o momento de realizarmos um ato de protesto pedindo mais atenção aos problemas que os residentes da área enfrentam, principalmente no que diz respeito à transmissão de doenças por meio dos mosquitos que tem sido combatidos por todo o país.”, convoca. 

De fato nosso portal já noticiou algumas vezes o estado de poluição do rio, bem como as dificuldades que os moradores encontram para driblar as doenças que podem surgir por conta do descaso. 

Conforme última reportagem divulgada sobre o tema, entramos em contato com a Secretaria de Manutenção da Cidade (SEMAN), mas nossa demanda não foi atendida. Também procuramos esclarecer com a Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb) sobre a coleta insuficiente de lixo, mas assim como a SEMAN, nenhuma resposta nos foi dada.

Next Post

Rua em Itapuã segue com falta de pavimentação e moradores têm mobilidade comprometida

A Rua Renato Bião, localizada em Itapuã, tem sido um obstáculo para quem precisa circular pela região. De acordo com um morador e leitor do Itapuã City, a falta de pavimentação tem dificultado o acesso ao local, tanto dos pedestres, quando de veículos.   As imagens das crateras foram encaminhadas […]