4 de agosto de 2020

Moradores de diversas regiões de Itapuã sofrem com inundações causadas pelas chuvas dessa quinta (23)

A cada dia de chuva, um novo transtorno para moradores de diversas comunidades em Itapuã. Após as chuvas intensas na manhã dessa quinta-feira, moradores do KM 17, Alto do Coqueirinho e Nova Brasília, tiveram suas casas inundadas e perderam cerca de 80% dos móveis e eletrodomésticos.

A região mais afeitada tem sido a do Km 17, onde moradores da Rua Lafayete Coutinho alegam que os transtornos iniciaram após a manutenção indevida na rede pluvial, realizada pela empresa que presta serviço à Prefeitura de Salvador na construção uma Unidade de Saúde da Família.

O Ministério Público do Estado da Bahia acionou a Prefeitura para que o reparo seja feito com urgência, e recentemente uma equipe da Seman esteve no local, vistoriando a região com moradores, mas até o momento nenhuma atitude foi tomada em relação a rede pluvial.

Problema antigo

Outra localidade que tem sofrido a cada período de chuva é próxima à Avenida Dorival Caymmi. Moradores da Rua da Mangueira informam que enfrenta esse problema há mais de 5 anos, e sem solução do poder público. Segundo informações enviadas pelo subprefeito de Itapuã, Marco Aurélio, a equipe da Seman também já esteve no local e avaliou que será necessário remover algumas casas para que o problema tenha condições de ser solucionado.

Córregos

A obstrução dos córregos que cortam o bairro também tem sido um dos fatores que tem atenuado os alagamentos em período de chuvas. Na região da Beira Rio, no Km 17, já foi iniciada a limpeza com máquinas enviadas pela Prefeitura. Porém na Rua da Palmeira, no Alto do Coqueirinho, o problema tem se agravado e preocupa os moradores da região.