Moradores do bairro participam de seminários do Malê Debalê

ITAPUÃCITY

male

O bloco Afro Malê Debalê realizou nos dias 23 e 25 deste mês dois seminários sobre as novas ações que serão implementadas na instituição, discutindo um pouco sobre o cenários dos movimentos negros não só pela Bahia, mas pelo mundo. Os eventos foram abertos à população, que compareceu para prestigiar e participar desta nova era da instituição.

Entre os temas abordados no seminário, estiveram o tema do carnaval 2014 para o bloco, o modelo da participação de compositores neste processo, e os 35 anos do Malê quebrando paradigmas. Participaram também dos eventos diversos educadores e representantes de entidades, como Vovô do bloco afro Ilê Aiyê.

CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS

O bloco

O Malê Debalê é um bloco afro, fundado em 23 de março de 1979 por um grupo de moradores de Itapuã que desejavam ver o seu bairro representado no carnaval de Salvador.

O Malê tem na dança e na música um elo forte com a tradição cultural herdada da cultura afro, mesclada com o viver popular e o mental coletivo contemporâneo de sua comunidade praieira.

Soma, em média, 4.000 integrantes. A bateria, totalmente acústica, é composta de 150 percussionistas e quatro maestros. Atualmente contamos com 19 alas de dança, num total de 1.500 dançarinos, o que nos autorizou receber, do Jornal New York Times, o título de “O maior Ballet afro do mundo”.

Fonte: ItapuãCity

Next Post

Orquestra de Pandeiros de Itapuã abre vagas para curso

A Orquestra de Pandeiros Itapuã continua com vagas abertas para o curso de Pandeiros, na Casa da Música, ministrada pelos músicos Yago Avelar e Tamima Brasil, ambos idealizadores da Orquestra. Para alunos da rede pública de ensino, as atividades são gratuitas, já para os demais interessados, o investimento é de […]