Para proteger moradores, segurança é intensificada em Itapuã

Redação 11

Nesta semana, o bairro de Itapuã foi destaque em alguns veículos da imprensa, devido ao índice de crimes ocorridos na Lagoa do Abaeté. A redação do ItapuãCity, entrou em contato com os órgãos responsáveis pela segurança do bairro, que forneceram informações com o objetivo de tranquilizar a população.

A incidência de assaltos na Lagoa do Abaeté é definida como uma mudança sazonal dos delitos, como explica o comandante da 15ª CIPM de Itapuã, André Pereira Borges. “A partir dos casos registrados no último domingo, onde cinco pessoas foram assaltadas na região, o efetivo está sendo intensificado, mas a Lagoa nunca deixou de ser assistida. Acontece que temos uma migração dessas práticas. Os marginais que atuam em um determinado local partem para outro, quando notam a saturação do policiamento. Assim, temos que acompanhar a movimentação da mancha criminal para fazer o combate do ponto de vista legal”.

abaeté-bahia

Segundo Borges, o policiamento da área em específico, é realizado todos os dias, até às 19h00 por uma dupla de PMs, logo após um trio de policiais atua até às 23h00. A Lagoa tem o apoio do Esquadrão de Polícia Montada até às 20h00, bem como viaturas que circulam na madrugada.

Para o comandante do Esquadrão de Polícia Montada, Adriano Chastinet, muitos assaltos ocorrem na Lagoa por descuido dos próprios visitantes. “Às vezes estamos com policiamento, mas as pessoas se afastam, entram em locais isolados. Pela dimensão do Parque do Abaeté, fica difícil fornecer segurança em toda extensão”, diz. “Temos casos de pessoas que sobem as dunas para namorar e se tornam alvos fáceis  de maníacos e meliantes. As pessoas precisam ter consciência de que precisam colaborar para a segurança delas mesmas”, completa.

Ele enfatiza que o avanço da criminalidade envolve questões mais complexas, como a fragmentação da família. “Não existe restrição de esforço. Porém, se não houver politica habitacional e educacional para as comunidades, cada vez mais teremos jovens que entram no mundo do crime e do tráfico. A Polícia Militar tem o limite dela. E, se não houver uma integração entre os diversos setores da saúde, educação e habitação, estaremos enxugando gelo”, afirma.

O comandante acredita ainda, que um trabalho realizado com os guias turísticos do local, poderia auxiliar na prevenção dos incidentes. “Os guias turísticos poderiam mostrar para o turista o que ele não deve fazer e até onde ele pode avançar em determinado local. É preciso ter consciência. Nem todos os lugares são seguros”, acrescenta.

Os números da PM

De acordo com o comandante Borges, dados estatísticos levantados pela 15ª CIPM evidenciam algumas atuações da Polícia Militar. No primeiro semestre deste ano, foi registrado um aumento de 27% no total de flagrantes em relação ao mesmo período no ano passado. Além disso, houve um acréscimo de 56% no número de armas apreendidas no mesmo período.

“Itapuã registrou 34 dias sem qualquer ocorrência de homicídio entre os meses de junho e julho de 2014. Por outro lado, houve uma crescente em roubos de veículos nos trechos entre Patamares e Piatã. Temos trabalhado para fazer frente a essas ocorrências pontualmente”, ressalta o comandante da 15ª CIPM.

Canais para denúncia

O comandante Borges frisa que os moradores de Itapuã podem auxiliar o trabalho das equipes da PM fazendo denúncias, caso sofra ou presencie algum ato de violência. “Temos nos aproximado da comunidade para fazer esse trabalho de mãos dadas”, diz.

15ª CIPM 
End: Rua da Passargada, Jd. Encantamento, s/nº, Itapuã
Central com funcionamento 24 horas – (71) 3116-1304 ou (71) 9977-1945 – (operadora Vivo)
E-mail: cipm15.cmd@pm.ba.gov.br

 

Fonte: ItapuãCity

Next Post

Castelos de Impossibilidades

Se a nossa vida fosse um livro, seria um romance; Se fosse um filme, seria uma comedia; Se fosse um conto, não seria de fadas; Se fosse um pronome, não seríamos nós; Se fosse um sentimento, não seria amor; Se fosse um grito, não seria de dor; Se fosse uma lágrima, […]