Permissionários do Mercado de Itapuã lamentam condições precárias após reconstrução

A equipe do Itapuã City, esteve ontem (29) no Mercado de Itapuã, a convite dos permissionários do local, seu Manoel e dona Alzira, e identificou que, apesar das divulgações realizadas pela prefeitura sobre as perfeitas condições do local, a realidade é outra.

Em vez do pleno funcionamento de todas as lojas recém-inauguradas, nos deparamos com alguns boxes que permanecem sem energia elétrica necessária para exercício das suas funções. Esse é o caso de seu Manoel, dono de um açougue, que não funciona por falta de condições mínimas para o trabalho.

“A prefeitura diz que a responsabilidade é da Coelba, que, por sua vez, aponta a prefeitura como órgão que deve regularizar a situação. Enquanto isso fico de mãos atadas, impossibilitado de garantir meu sustento e o da minha família.”, lamenta.

E esta não é a única preocupação que a construção do novo mercado causou a seu Manoel. De acordo com ele, é cobrada uma dívida de R$10 mil, referente ao funcionamento do açougue em 2012, período em que o estabelecimento estava interditado para realização da obra.

 Mudança para melhor?

Já dona Alzira conta uma história que nos faz refletir sobre até onde foram os benefícios da reconstrução do mercado. Parte da laje do seu box caiu em 2012, por conta da precariedade da estrutura, e ocasionou um grave acidente, vitimando sua filha, que ficou em coma por 15 dias.

Foi a partir desse episódio que a prefeitura se atentou para necessidade de intervenção do local e abertura de licitação para a nova construção.

No entanto, três anos depois, dona Alzira – antes proprietária de um amplo restaurante no local – faz malabarismos num espaço com aproximadamente 4m², de onde tenta com muito suor e trabalho obter renda suficiente para pagar a faculdade de sua filha.

O Itapuã City assume o compromisso de acompanhar o andamento das situações de seu Manoel e dona Alzira, e ainda das demais solicitações que nos forem encaminhadas. Tem uma pauta? Sugira através do e-mail: contato@itapuacity.com.br.

Next Post

Malê DeBalê exalta beleza negra em concurso: inscreva-se

O tradicional bloco afro de Itapuã, Malê DeBalê, realiza a 37ª edição do concurso “Negra e Negro Malê”. As inscrições para etapa inicial do processo seletivo vão até o dia 10 de janeiro e devem ser realizadas na sede do bloco, no Abaeté. É necessário que os candidatos e candidatas […]