Prefeitura não conclui serviço e gera transtorno e insatisfação em Itapuã

Redação

Uma situação complicada tem deixado moradores e comunidade escolar do Rotary chateada: Trata-se da poda das árvores que estão localizadas em frente ao colégio, na Ladeira do Abaeté. Desde janeiro deste ano que a solicitação foi feita à Prefeitura. 8 meses se passaram e após diversas cobranças o pedido foi atendido, na manhã da última sexta-feira (30) pela equipe da SEMAN – Secretaria de Manutenção. O inusitado é que das 6 árvores que necessitavam do serviço, apenas duas passaram pela poda.

No período da tarde a equipe não retornou mais ao local, deixando as calçadas tomadas por galhos e folhas. A situação permaneceu assim durante todo o final de semana, e ainda na manhã desta segunda-feira quem passou pelo local, teve dificuldade para trafegar.

“A Prefeitura que “mais faz pelo Brasil” depois de meses solicitado a poda das Árvores na frente do colégio, vem, “poda” duas árvores, das seis que precisam ser podadas, e, além disso deixa na porta da instituição os resíduos. Senhor Prefeito ACM Neto, a comunidade de Itapuã, merece um trabalho feito com dedicação e profissionalismo. Estamos todos indignados com essa situação!” postou Erweuter Volkart, diretor do Colégio Rotary, através do seu perfil nas redes sociais.

Na manhã dessa terça-feira (3), será realizada a abertura da semana de ciências e tecnologias do Colégio Rotary. O evento conta com a participação dos estudantes e comunidade, mas até o momento o acesso ao Colégio continua com transtornos devido a não remoção dos resíduos.

Next Post

Itapuã volta a receber o Sarau da Praça

Após seis meses de saudade, os soteropolitanos podem voltar a apreciar o Sarau da Praça, que promove música, poesia, artesanato e diversas atividades que fortalecem um dos redutos culturais da cidade, o bairro de Itapuã. O evento que ocupa a Praça do Bendegó vai receber: o samba da Sotake Brasileiro, […]