upa helio machado

As últimas semanas tem sido de grandes polêmicas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itapuã. Apesar do comprometimento dos profissionais da unidade, a estrutura e condições precárias para atender a população tem gerado tumultos, como da última sexta-feira (19), que circulou um vídeo nas redes sociais mostrando uma moradora que aguardava atendimento para o filho de 5 anos sendo expulsa da unidade de forma truculenta. Ao visualizarem o vídeo, outras pessoas se manifestaram alegando já ter passado pela mesma situação.

A redação do ITAPUÃCITY entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, que se posicionou sobre o caso e também sobre a precariedade no atendimento da unidade. Confira a nota:

A Secretaria Municipal da Saúde esclarece que a UPA Hélio Machado conta com equipe completa (seis médicos por plantão), no entanto sempre que há ocupação de total de leitos com pacientes que aguardam transferência através da Central Estadual de Regulação, a unidade fica impedida de admitir novos usuários, como, aconteceu no dia 11 de janeiro.

Sobre a assistência à população presente no Carnaval de Salvador, a SMS irá montará uma estrutura de 10 Módulos Assistenciais funcionando 24 horas nos três circuitos oficiais e as demandas provenientes da festa não sobrecarregarão a rede.

Referente ao vídeo, informamos está sendo analisado preliminarmente pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal da Saúde e Polícia Militar . Somente depois de obter esclarecimentos sobre hora, local, pessoas envolvidas e motivação será possível a emissão de um posicionamento sobre o fato e seus desdobramentos, uma vez que não houve a formalização de queixa de nenhuma das partes envolvidas.