5 de setembro de 2020

Todo mundo já procurou um amor antigo

coluna-entrelinhas

“Hoje eu acordei, me veio a falta de você
, saudade de você, saudade de você
,
Lembrei que me acordava de manhã só pra dizer:
 “Bom dia, meu bebê!
Te amo, meu bebê!”

(O cantor romântico, Pablo)

Todo mundo uma vez na vida procurou um antigo amor. E quem não procurou, ainda vai procurar. Mas que magia é essa? O que explica o laço que fica com quem já não faz parte da sua vida há pouco ou muito tempo?

O mais interessante nisso é que não importa se foi você ou ela quem terminou. Não importa o quanto você sofreu ou fez sofrer. Mesmo que no fim do relacionamento o pensamento de “não querer ver fulano nem pintado de ouro” tenha imperado, algo inexplicável vai te fazer desejar estar perto em algum momento.

Homem, mulher, coroa, novinhos, todos, todos têm um desejo reprimido por um (a) ex (mesmo que só vá descobrir meses ou anos depois do fim).

Perguntei a um amigo, que é experiente no assunto, por que razão ele procurou a ex namorada (com quem está saindo atualmente). Aliás, devo comentar que ele é o pior cafajeste que pode existir e vira e mexe está saindo com uma ex. Eis a resposta:

“Por que ela é boa.”

“E porque você não namora com ela?”

“ Porque sou vagabundo. Todas as minhas namoradas foram perfeitas, o errado fui eu!”

No caso das mulheres, a situação é um pouco diferente. De modo geral, eu acredito que as mulheres são mais orgulhosas e comedidas com relação ao ex, talvez por medo do envolvimento, do sofrimento, de viver novamente algo que não deu certo.

Uma música de Mastruz com Leite, muito antiga, embora atemporal, explica como funciona a cabeça de uma mulher que procura o “finado”:

“Ele é meu ex-namorado
Ele é meu ex-paixão.
Ele é também o escolhido, do meu coração”

É claro que para todas as certezas existem exceções. O importante é seguir o que você acredita, sempre ciente dos riscos e consequências de suas escolhas. No fim das contas pode ser muito bom rever alguém que já te conhece, sabe do que você gosta e [talvez] se importe com você. Tudo pode ser deliciosamente igual ao passado ou encantadoramente diferente do que já foi. Um coisa é certa: às vezes é melhor acordar arrependido do que dormir com vontade. A certeza é que em algum momento de sua vida, um ponto final virá seguido de outros dois…

Aquela lenda de que ex bom é ex morto, é mesmo apenas uma lenda. Há quem diga que Pablo tem hoje uma grande parcela de culpa pelos flashbacks que acontecem por aí. Sabe aquele seu amigo que ontem mesmo te falou: “Aoooonde, pai, tá mais fácil o cachorro mijar no poste do que eu procurar ex namorada!”? Ele agora mesmo está mandando mensagem pro facebook da última namorada dizendo que está com saudades. Duvida? Investigue.

Sim, leitores, já procurei um ex-namorado. Havia sentimento, voltou a ser namorado e por ocasião do destino, não estamos mais juntos. Já cumpri minha parte da estatística e não quero brincar disso de novo! Risos.