3 de setembro de 2020

Uma nova oportunidade

Daqui pra frente vamos precisar de toda a nossa coragem e capacidade de recomeçar. Precisaremos de responsabilidade, respeito ao conhecimento, compromisso social e principalmente consciência sobre o que de fato é viver em sociedade. Por isso, precisamos sim começar a falar sobre as eleições que se aproximam. Afinal, teremos que escolher quem serão os líderes que conduzirão os rumos da nossa capital. Tenha a certeza de uma coisa: seu voto importa.

Salvador teve um choque de gestão nos últimos 8 anos, e já não é mais a mesma, isso é nítido. Mas a cidade segue enfrentando problemas crônicos, tendo ainda muito o que melhorar, principalmente na vida das pessoas. Temos que sair urgentemente dos rankings de desemprego e desigualdade social do nosso país, agravados ainda mais com a crise gerada pelo coronavírus.

Que tal discutirmos de forma qualificada alternativas de financiamento do transporte público, para tentar oferecer mais qualidade e menor custo da tarifa?

E se tivéssemos uma cidade inteligente, com uma economia solidária, com menos burocracias para quem quer empreender, e com mais iniciativas que fomentem o desenvolvimento sustentável?
Precisamos falar sobre isso.

Nossa vocação econômica é para o turismo, que tem toda uma ligação com o caldeirão cultural, nossas praias e nossa gente… Mas que ainda precisa do mínimo, que é ter uma educação de qualidade e garantia de aprendizagem, para as nossas crianças por exemplo. Sem falar numa moradia digna, sem as noites em claro por conta das chuvas e deslizamentos de terra.

Saneamento básico. Afinal, já não dá pra aumentar os dias de Carnaval enquanto se vê diminuir o abastecimento de água na comunidade. Quem vive na periferia sabe bem o que é isso.

Enfim. Só depende de nós, pessoas comuns.
Pois todos aqueles que hoje estão lá no poder, são consequências das nossas escolhas.

Informe-se, participe, discuta, pesquise… e veja quem de fato tem competência e capacidade para representar, seja no executivo ou no legislativo, as mudanças que a nossa cidade precisa, sobretudo na vida das pessoas.