As paredes falam

coluna-pense-nisso

“Apagaram tudo. Pintaram tudo de cinza. A palavra no muro ficou coberta de tinta.” Assim Marisa Monte lamentou o desaparecimento das inscrições do bom mensageiro, Gentileza, criador da célebre expressão “gentileza gera gentileza.” O enigmático “profeta” após perder a família de forma trágica dedicou a vida a espalhar mensagens de conforto pelos muros do Rio, e se tornou verdadeira lenda da cidade maravilhosa.

Em Itapuã aconteceu o movimento inverso ao cantado por Marisa Monte. No muro cinza do centro esportivo Armindo Biriba foi grafada uma justa homenagem ao ex-atleta e ex-morador do bairro que dá nome ao espaço.

Biriba, como era conhecido, defendeu as cores do Esporte Clube Bahia nas décadas de 50 e 60, e com o tricolor da boa terra conquistou em 1959 o primeiro título nacional de futebol da história do país. Sendo o Brasil a Nação Futebolística e tendo esse título sido conquistado contra o místico Santos de Pelé, o feito de Biriba merece sim estar em exposição e as pessoas precisam ter conhecimento disso.

O corpo franzino e a aparência um tanto quanto frágil disfarçavam o talento de um poderoso ponta-direita que tinha na velocidade a principal arma para vencer as defesas adversárias e criar jogadas que geralmente resultavam em gol. Além do futebol, Biriba trazia consigo a tradição da pesca com redes, o que fez dele um verdadeiro registro histórico local.

Por isso, em diversas oportunidades o ex-futebolista foi procurado por jornalistas, torcedores e curiosos em busca de conhecer um pouco mais do nosso passado recente e ao mesmo tempo tão antigo, para contar com a riqueza de detalhes que só quem viveu a história é capaz de relatar, os bons tempos de bola e praia soteropolitanos, e assim recriar um tempo que não volta mais.

“Por isso eu pergunto a você no mundo, se é mais inteligente o livro ou a sabedoria.”

armindo-biriba

Next Post

Itapuã lota o largo de Cira para comemorar o dia do samba

Moradores do bairro de Itapuã se mobilizaram para comemorar nesta segunda-feira (2) o dia do samba.O evento foi realizado no largo de Cira, e teve início às 17h00. Aproximadamente 500 pessoas compareceram ao local e abrilhantaram a noite com muito samba. Segundo informações dos organizadores do evento Samba Itapuã, a […]