“Caymmi! De Itapuã para o mundo…” celebra centenário do artista baiano

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) celebra o centenário de um dos maiores protagonistas da música brasileira, Dorival Caymmi (1914-2008), com a realização de uma série de atividades artístico-culturais em homenagem ao compositor baiano que criou canções inspiradas pelos hábitos, costumes e tradições do povo baiano, como “Saudade de Bahia”, “Samba da minha Terra”, “Saudade de Itapuã”, “Marina” e ”Maracangalha“. A programação se estende até o final de 2014 e integra o projeto “Caymmi! De Itapuã para o Mundo…“. Itapuã, o bairro mais cantado por Caymmi, será o centro da programação comemorativa, com a realização de ações na Casa da Música, na sede do Malê de Balê, na Praça Dorival Caymmi, no Abaeté e pelas ruas do bairro. A programação se estende, ainda, para outros espaços da capital e do interior do estado.

Para o secretário de Cultura Albino Rubim “é importante festejar o centenário de Caymmi, que assim como Jorge Amado, Carybé, Pierre Verger, dentre outros criadores, foi um dos construtores simbólicos da Bahia, como a vivenciamos desde meados do século XX. Ele visita tradições e cria inovações musicais e poéticas. Para além da Bahia, Caymmi é inventor do Nordeste praieiro, com seus imaginários e belezas”. Rubim lembra ainda que a comemoração foi iniciada no Carnaval, quando o centenário do artista foi o tema da decoração Bahia Negra: Caymmi e Ilê e da programação musical do Carnaval do Pelô. Ainda nesse sentido, em torno dos 100 anos de nascimento do artista, festejado no dia 10 de abril, a SecultBA programou grandes atividades.

Em Itapuã, shows, cortejos, exposição, palestras e bate-papo musicado movimentarão o local, que receberá artistas e envolverá também moradores locais, escolas, instituições culturais e sociais do bairro, para celebrar o centenário em grande estilo. Entre os destaques da programação estão: a abertura da exposição Aquarela Caymmi, do artista Mauritano, na Casa da Música, no próximo dia 28, às 18h. A exposição circulará também pelos espaços da SecultBA na capital (Alagados e Plataforma) e no interior (Feira de Santana e Alagoinhas), entre agosto e dezembro. O Viva o Abaeté Especial Caymmi, com Morenas de Itapuã e Velha Guarda de Itapuã, será realizado na Casa da Música, dia 29, às 18h, além de circular em outras instituições entre os meses de maio e julho.

No dia 30, data do centenário, a programação em Itapuã começa pala manhã com uma série de atividades. Às 14h30, haverá o Lançamento do Selo comemorativo do centenário, dos Correios, na Casa da Música e, às 15h, ocorrerá a abertura da exposição Hoje e Sempre Dorival Caymmi, no Abaeté. O Cortejo Caymmi! De Itapuã para o Mundo…, terá como ponto de partida o Abaeté, às 16h e fará uma trajeto até a Praça Dorival Caymmi, onde acontecerá o espetáculo homônimo, com os artistas Aloísio Meneses, Cláudia Cunha, Firmino de Itapuã, Jussara Silveira, Orquestra de Pandeiros de Itapuã, Roberto Mendes e Saraiva. A festa continua com o show Malê Canta Caymmi, às 21h e Dia 1º de maio, às 16h, com os artistas locais Bambeia, Cultura Popular, Samba e Sede e Saraiva.

Ainda no dia 30, o Pelourinho recebe três shows do projeto Versando Caymmi – 100 Anos, nos largos do Centro Histórico. Silvinha Torres, Ângela Lopo e Robson Moraes apresentam sucessos de Caymmi e de seu filho Dori, no Largo Pedro Archanjo. A banda Soul Tambor, liderada por Lucas Di Fiori, comanda o show no Largo Tereza Batista e no Quincas Berro D´Água, a festa ganha sonoridade de MPB com a cantora Clau Andries, com participação de Mazo Guimarães. Os três shows começam às 21h e têm entrada gratuita.

Feira de Livros e Domingo no TCA Especial Caymmi

Já o projeto Trocando Palavras acontece no Palacete das Artes, dia 26, às 16h, promovendo a troca e doações de obras literárias. O evento conta com participações de Alexandre Leão e do violonista Kito Matos, apresentando músicas de Dorival Caymmi

No Teatro Castro Alves (TCA), neste domingo (27), às 11h, alunos da Escola de Dança da Fundação Cultural da Bahia farão uma homenagem a Caymmi com o espetáculo “A gente não quer só comida…”, cuja abertura contará com um cortejo que traz um repertório de músicas de Caymmi interpretadas por Clécia Queiroz. No dia 11 de maio, às 10h, o Domingo no TCA traz o espetáculo de Claudia Cunha com participações especiais, cantando Caymmi.

A programação inclui também a exibição do filme “Mestre Caymmi da Bahia” (2006), de Delza Schaun, em dez espaços culturais da SecultBA na capital e no interior. O documentário traz entrevista feita com Caymmi no Rio de Janeiro, aos 92 anos, em que ele fala, entre outros assuntos, da carreira, dos momentos marcantes da vida e da saudade da Bahia. Personalidades do meio artístico e cultural aparecem em depoimentos sobre o compositor baiano. O filme integra o projeto Terças na Tela do Circuito Popular de Cinema e Vídeo dos Espaços Culturais da SecultBA. As exibições, gratuitas, serão no dia 29 de abril. Os horários das sessões podem ser conferidos no blog dos Espaços Culturais da SecultBA: www.espaçosculturaisbahia.org.

Em setembro, a Orquestra Rumpilezz fará um show com repertório composto por obras do homenageado que contará com participação dos alunos de música do Centro de Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB).

Fonte: Secult-BA

Next Post

Jovens do Alto do Coqueirinho recebem capacitação no setor de Turismo

Uma iniciativa da Fundação Cidade Mãe (FCM) e a Cooperativa Colibris vai promover vagas para cursos profissionalizantes nas áreas de recepção, comidas típicas (regionais), camareira e língua inglesa. A novidade vai beneficiar jovens do Alto do Coqueirinho, Mussurunga, Cabula, Narandiba, Parque São Crsitóvão e adjacências. O projeto será conduzido em […]