15 de agosto de 2020

Comerciantes falam sobre situação do Abaeté e dão sugestões de melhoria

É inevitável relembrar de tempos atrás ao chegar no local e ver a atual situação do Abaeté, um dos maiores pontos turísticos de Salvador, que é cartão postal da cidade. A região encontra-se praticamente abandonada.

Comerciantes do Parque Metropolitano do Abaeté deram entrevista ao ItapuãCity, e falaram um pouco mais sobre o que se vive nos dias de hoje no local.

edmilson

“Precisamos de uma maior divulgação desse cartão postal de Salvador. Poderiam voltar a acontecer shows por aqui como antigamente, isso com certeza atrairia um maior público para cá”, afirma Edimilson dos Santos, comerciante que trabalha no local à mais de 30 anos.

janoario

Já o comerciante Janoário Cerqueira, que também já é antigo no local, alertou sobre a conclusão das reformas e enfatizou a segurança: “Precisamos primeiramente que as reformas do parque que se iniciaram sejam terminadas. O segundo passo é tratar a segurança daqui com seriedade, pois precisamos deixar tranquilas as pessoas que frequentam a região”.

Por se tratar de um ponto turístico de tradição e com grande potencial de exploração pelos turistas, a comerciante Eva Oliveira, que já está no local a 26 anos, falou sobre a inclusão do Abaeté nos roteiros turísticos: “O Abaeté tem que ser recolocado no roteiro da BahiaTursa. Até hoje não entendemos porque ele saiu, e isso nos prejudicou muito”.

jose

O sr. José de Oliveira, que além de comerciante também é morador do local demontrou indignação com a situação: “Infelizmente isso é uma falta de respeito também com os moradores, porque o Parque Metropolitano do Abaeté é também a nossa diversão, o nosso lazer. Existem algumas barracas e quiosques que estão prestes a cair, até agora só foi reformado o parque das crianças, que pelo menos já é alguma coisa”.

Fonte: ItapuãCity