Falta de acessibilidade prejudica pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida em Itapuã

Morar em Itapuã é bem complicado para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. A acessibilidade é um grande problema: hoje, por exemplo, um cadeirante que queira se deslocar pelo bairro tem que se arriscar, muitas vezes dividindo o espaço com os carros na pista, já que as calçadas estão muitas vezes ocupadas por carros e ambulantes, ou em péssimas condições de utilização.
Outra grande dificuldade das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida é com relação ao transporte público.

Legenda: Lucas Santos Nascimento, 22 anos, cadeirante e morador de Itapuã

IMG_0838

“Uma das minhas maiores dificuldades é o meio de transporte: os pontos de ônibus não têm acessibilidade. O lazer é também é escasso, não temos nenhum meio de diversão acessível.”, diz Lucas Santos Nascimento (22 anos), cadeirante e morador de Itapuã. A espera pelo ônibus equipado com rampa de acesso ao cadeirante é longa, já que a frota é pequena, e o acesso a este também pode ser prejudicado devido às condições da via. Ângela Maria (48 anos) mãe de Lucas, acrescenta: “A locomoção é o maior fator de dificuldade , pois além de calçadas inapropriadas, a maioria dos ônibus estão com os elevadores quebrados.”

Legenda: Ângela Maria, mãe de Lucas

IMG_0836

Pessoas com deficiência visual também são afetadas com a falta de infra-estrutura. É praticamente impossível se locomover sem a ajuda de acompanhantes e a sinalização especial para estas pessoas é precária, sem contar com a existência de postes em locais inadequados, calçadas esburacadas, carros no passeio e até a falta de conhecimento dos comerciantes e pedestres, que dificultam ainda mais a locomoção das pessoas com deficiência.

Next Post

Carro capota na Avenida Dorival Caymmi

Um carro capotou na avenida Dorival Caymmi, em Itapuã, na manhã desta sexta-feira (19). O acidente ocorreu por volta das oito e meia, nas proximidades do Parque de Exposições. Ainda não se sabe a causa do acidente, nem o estado das vítimas. A polícia já encontra-se no local, e apesar […]