Glaucoma: Segunda causa de cegueira no mundo

Redação

Glaucoma é uma das principais causas de cegueira irreversível, que se caracteriza por uma lesão progressiva do nervo óptico, aumento da pressão intraocular e consequente perda de campo visual. Nas fases iniciais, o paciente tende a não perceber esta perda, porém em estágios avançados há acometimento da visão central, refletindo em baixa de acuidade visual permanente.

Estima-se que 10 milhões de pessoas no Brasil têm glaucoma. Entre os principais fatores de risco estão: aumento da pressão ocular, idade avançada e história familiar da doença. Importante salientar que a raça negra tende a ter glaucoma mais precocemente, além da progressão para estágios avançados, incluindo cegueira, ser mais rápida.

glaucoma

O diagnóstico é feito através da consulta com médico oftalmologista. Durante o exame, são realizados a medida da pressão ocular e o exame do fundo de olho. Após a suspeita clínica, alguns exames complementares podem ser necessários para confirmar o diagnóstico e fazer o acompanhamento adequado dos pacientes.

O glaucoma não tem cura, porém a sua evolução pode ser controlada, evitando que o paciente chegue a estágios avançados, com comprometimento importante da visão. O tratamento inicial é feito com uso de colírios para reduzir a pressão intraocular. Caso o tratamento clínico não surta efeito desejado, o tratamento cirúrgico pode ser indicado.

Mantenha acompanhamento regular com um médico oftalmologista e assim mantenha a saúde ocular em dia!

Next Post

Fevereiro - 2017