Itapuã ganha Centro Aquático

10003363_10200931745129574_611619866_nItapuã vai ficar mais esportiva com a chegada do Centro Aquático Edvaldo Valério, que começa a funcionar hoje (11/03). O projeto é idealizado pelo ex-nadador, Edvaldo ‘Bala’, medalhista nas Olimpíadas de Sydney (2000), em parceria com a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa da Bahia (Assalba).

edvaldo_valerio_620390_18092012“Já idealizava há muito tempo um projeto que envolvesse a atividade aquática, inclusive para formar atletas na região de Itapuã, onde nasci e aprendi a nadar”, diz Valério.

Segundo ele, o centro vai trabalhar com várias possibilidades de natação, desde a iniciação até a aprendizagem. “Teremos ainda aulas de natação em equipe, na modalidade master, além de hidroginástica e hidroterapia, buscando abranger também a reabilitação”, afirma. “O centro será um ambiente tanto para atletas de alto rendimento quanto para as pessoas que buscam uma atividade esportiva”, completa.

A estrutura do clube contempla uma piscina semiolímpica de 25 metros, totalmente reformada e uma piscina de uso infantil. Além disso, os alunos contam com vestiário, estacionamento e segurança.

Para Valério, é preciso resgatar a força da natação como esporte em Salvador. “A prática amadora vive um cenário difícil na cidade, fora do real. Cada vez mais perdemos espaço físico pois os clubes sociais tradicionais estão fechando as portas”, reflete.

O atleta lembra que o Centro dedicará parte dos seus trabalhos ao lado social, vertente em que o nadador já é especialista. “Pretendo desenvolver o trabalho social com bolsas para crianças carentes. Após ajustar o funcionamento, vamos seguir com esse plano. É algo que me identifico bastante, pois realizo trabalhos sociais há mais de três anos, então será fácil”, frisa Valério.

As matrículas já podem ser feitas a partir de hoje. O funcionamento será das 06h às 21h, de terça a sexta-feira. O investimento para cada atividade será de R$ 90,00.

Fonte: ItapuãCity | Camila Barreto

Next Post

Carnaval cinza, quarta-feira de sol

Como de costume, o carnaval chegou arrastando multidões Brasil afora. Dos bailinhos infantis aos grandes festejos nas avenidas, os foliões se esbaldaram nos seis (para alguns sete) dias de celebração. Em Salvador, cidade que se orgulha de fazer a maior festa de rua do mundo, foi enorme a concentração de […]