5 de setembro de 2020

Mercado de Itapuã vai receber permissionários do Rio Vermelho

Duas semanas após os 16 permissionários do Mercado do Peixe, no Rio Vermelho, serem retirados do local para reforma, a prefeitura anunciou, na última quarta-feira (19), que eles serão relocados para os mercados de Cajazeiras, Itapuã e Água Brusca.

O equipamento foi fechado por oito meses para realização de obras de requalificação. A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) realizou o procedimento de realocação para as novas estruturas, que serão entregues em breve, de modo a garantir que os comerciantes possam continuar com suas atividades.

O coordenador de Feiras e Mercados da Semop, Iuri Dias, afirmou que houve debates com todos para permitir que fossem encontrados meios para a continuidade das operações enquanto as obras fossem realizadas. “Alguns permissionários já conseguiram local para comercializar e outros resolveram de outras formas. Nos mercados, alguns deles vão montar bar novamente e outros estão mudando o ramo de atividade para venda de pescados, hortifruti, lanchonete e mercearia. A decisão sobre a mudança da atividade veio dos próprios comerciantes”, frisou Dias.

O comerciante Antônio Nunes Fonseca, 65 anos, que há 20 anos era dono do Nunes Bar, instalado no Mercado do Peixe, está no aguardo para voltar a trabalhar no mercado de Cajazeiras, para onde foi realocado. “Estou feliz em ter outro local para trabalhar, mas o certo era a gente sair apenas quando os outros mercados estivessem prontos. Tive que me desfazer de bens e demitir funcionários”, ressaltou. Ainda de acordo com o comerciante, a Semop informou que as obras em Cajazeiras e Itapuã devem ser finalizadas em setembro ou outubro.

Segundo a secretária municipal de Ordem Pública, Rosemma Maluf, todos os permissionários saíram no Mercado do Peixe com um destino definido. “Todos que quiseram foram realocados para os outros mercado. Alguns encontraram outros pontos por conta própria e com ajuda da cervejaria patrocinadora. Seis dos comerciantes devem ir para o mercado de Cajazeiras, quatro para o mercado de Itapuã e dois para o mercado popular, localizado na Ladeira da Água Brusca, na Cidade Baixa”, afirmou. Após a conclusão das obras, os permissionários que desejarem retornar ao espaço terão que emitir uma nova licença, já que as antigas foram revogadas.

Os antigos boxes do Mercado do Peixe, onde ficavam os bares e restaurantes, serão substituídos por quiosques. Serão, pelo menos, dez – quatro de 100 m² e seis de 50 m² –, além de um quiosque de apoio à colônia dos pescadores, também com 100 m².

Fonte: Correio 24 Horas