Minha mãe é uma peça

coluna-arteculando

O cenário do cinematográfico nacional está, ao meu ver, a todo vapor. Principalmente nas produções de comédia, emplacando com dois longas-metragens de primeira: ‘Minha mãe é uma peça’ e ‘O Concurso’. Os dois filmes trazem figuras brilhantes do humor nacional.

minha_mae_e_uma_peca_o_filme_1_620

Em ‘Minha mãe é uma peça’, Paulo Gustavo, com seu humor sarcástico, vive Dona Hemínia , uma mãe super protetora que mata e morre pelos filhos, mas que, ao mesmo tempo, não mede o seu linguajar e a sua personalidade forte. Um filme para rir do início ao fim. Minha mãe é uma peça é baseado no roteiro de teatro do próprio Paulo Gustavo, que fui muito feliz em trazer sua comédia para as telonas. Não existe uma cena em que a caricata dona Hermínia não tire de letra o cotidiano de uma mãe histérica e hiperativa, fazendo o espectador, literalmente, ‘rachar o bico’ de gargalhadas.

Até final de julho, sua bilheteria alcançou 3 milhões de espectadores em todo o Brasil. Dirigido por André Pellenz, o filme conta com os atores Paulo Gustavo, que também é o roteirista do longa, Ingrid Guimarães, Herson Capri, Mariana Xavier, Monica Martelli, Rodrigo Andolfo e Samantha Schmütz. Vale a pena conferir e dar boas risadas com Minha mãe é uma Peça.

Next Post

Integrantes do movimento Acorda Itapuã conversam com subprefeito do bairro

Moradores de itapuã realizaram na tarde de ontem (1) uma manifestação que reuniu cerca de 100 pessoas. O evento foi pacífico e contou com a participação de alunos de colégios da região. Esta é a segunda manifestação que ocorreu no bairro nos últimos dois meses. Ambas tiveram como uma das […]