Ordenamento da orla divide opiniões entre itapuãzeiros

1462959_772885689389045_1237725220_nA operação que intensifica a fiscalização nas praias de Salvador, iniciada na última terça-feira (01/04) em Piatã, já divide opiniões entre os itapuãzeiros. Isso porque agentes da Secretaria Municipal da Ordem Pública (Semop) fizeram o recolhimento de materiais dos barraqueiros como mesas, cadeiras, freezer, caixas térmicas de isopor e caixas de cerveja. Segundo o órgão, a região de Piatã é a que recebe maior número de reclamações dos banhistas sobre a falta de ordenamento.

Na Fan Page do ItapuãCity, alguns internautas se posicionaram contra a ação, como Fabiane Mota, que considerou a medida absurda. “Praia sem barracas e agora sem mesas e cadeiras. Sem falar que várias pessoas serão prejudicadas, sem ter de onde tirar seu sustento. O que pretende a prefeitura?”, indaga.

Outros internautas mostraram apoio à ação da prefeitura, como Rogério Pereira. “Parabéns prefeitura. Praia + lazer = organização”. Assim como o usuário Roberto Pereira Carvalho. “Vamos organizar, vai ser bom pra todos!”, publicou.

Já o internauta Moisés Senna Mascarenhas, foi solidário aos barraqueiros em seu comentário. “A população fica dividida entre os que defendem as famílias que dependem dessas barracas para sobreviver. Tem o lado da desorganização, da baderna, da sujeira, da violência, mas também essas famílias dependem disso”, afirmou.

Conforme divulgado pelo site da prefeitura, a Semop destacou que as denúncias recebidas envolvem a cobrança de utilização de mesas e cadeiras do kit doado pela prefeitura, além de problemas referentes à falta de higiene e excesso de equipamentos armazenados na areia.

Nessa linha, a titular da Semop, Rosemma Maluf, enfatizou que só poderá trabalhar na praia quem cumprir a portaria que trata do ordenamento da orla da cidade. “Pelo que foi estabelecido, só podem ser usados na faixa de areia equipamentos móveis, como sombreiros, cadeiras de alumínio e banquetas removíveis. Quem não se adequar à legislação poderá perder seu posto, mesmo que seja licenciado”, advertiu a secretária.

A operação de ordenamento, que conta com o apoio da Guarda Municipal, segue até domingo (06/04) e vai cobrir todo trecho de orla continental da cidade, de São Tomé à Praia do Flamengo.

Fonte: ItapuãCity | Camila Barreto

Next Post

Novo Centro de Assistência Social deve beneficiar cinco mil famílias de Itapuã

A comunidade de Itapuã pode contar com mais uma estrutura de amparo familiar, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) que foi inaugurado na última terça-feira (01/04), com capacidade para atender cerca de cinco mil famílias do bairro. A unidade que foi instalada na antiga Associação de Chabisc – […]