Que calor é esse?!

coluna-pense-nissoA temperatura do planeta, de um modo geral, está aumentando ano após ano. Na cidade de Salvador, assim como na maioria das grandes cidades do mundo, o aquecimento global é acentuado pela ecologicamente equivocada gestão pública local.

Ao longo dos últimos anos, o desmatamento na capital baiana aumentou consideravelmente; ao comparar, por exemplo, os arredores da Avenida Paralela dos anos 1990 com a sua paisagem atual, percebemos que uma vasta área de Mata Atlântica foi derrubada para dar lugar a prédios, shopping centers, faculdades e outros bolsões de concreto que absorvem calor e não realizam trocas gasosas piorando assim a qualidade do ar e a temperatura ambiente.

praia-de-itapua

A precariedade do serviço de transporte público soteropolitano é outro fator diretamente responsável pelo calor que vem assolando a cidade. Nossas vias estão engarrafadas com veículos automotores em péssimas condições de uso, emitindo diariamente toneladas de partículas tóxicas oriundas da queima de combustíveis fósseis. Enquanto o metrô e outras opções mais ecológicas e eficientes de transporte não passam de idéias engavetadas ou projetos inacabados.

Portanto, antes de reclamarmos do sol devemos observar o que há de errado com a nossa cidade e buscar cobrar dos verdadeiros responsáveis a solução. Além, é claro, de tomarmos iniciativas que visem minimizar o problema, para que possamos ter novamente o clima ameno tão característico da cidade de Salvador.

Next Post

Carro capota em Itapuã e motorista fica ferido

Uma pessoa ficou ferida em um acidente na manhã desta terça-feira (21) na Avenida Dorival Caymmi, em Itapuã. Segundo informações da Superintendência de Trânsito e Transportes (Transalvador), o acidente aconteceu por volta das 6h30, sentido Aeroporto. O motorista perdeu o controle da direção e capotou o veículo na frente do […]