Que venha 2014

Chegou o reveillon. No dia 31 de dezembro uma parcela significativa da humanidade comemora o fim de um e o início de um novo ano, e nesses festejos se deseja sempre que o ano que estar por vir chegue repleto de boas energias, conquistas e dias melhores. Porém, não podemos esquecer que o ano é feito por nossas ações.
As atitudes que tomamos, o modo como lidamos com as situações de vida, tudo isso determina o nosso sucesso ou insucesso. E 2014 especialmente exigirá bastante consciência nas tomadas de decisões e no modo de lidar com possíveis adversidades, afinal de contas, esse será o ano do grande evento esportivo mundial e das nossas eleições majoritárias.
A Copa do Mundo do Brasil vem sendo motivo de polêmica desde o seu anúncio, e de lá para cá um sem número de tristes episódios colocou em xeque a capacidade do nosso país de sediar o evento. Isso pode oferecer riscos à segurança pública e à imagem do país, uma vez que há o risco de protestos por parte dos grupos contrários a Copa. No entanto, essas pessoas têm pleno direito de se manifestarem e expressar uma indignação que estejam sentindo, desde que isso seja feito de forma inteligente e sem violência.
Tão ou mais polêmica do que a Copa serão as nossas eleições, e diferente do evento futebolístico, nesse processo todos devem participar ativamente (gostem ou não). Vivemos um momento político como há muito não via: ausência de candidatos, políticos presos e um misto de indignação e descrença toma conta da população fazendo-a perder totalmente a fé na política. Isso, no entanto, é o necessário para que a roda da corrupção siga girando e a população continue imprensada. Daí, a necessidade de se ter o interesse político não como uma opção, e sim como uma obrigação de todos aqueles que almejam uma sociedade melhor.
Além das atitudes macros, realizar bem pequenos gestos também fará a diferença e o sucesso de 2014. Assim, ser mais gentil no trânsito, evitar desentendimentos, economizar água e energia elétrica e ser mais amigo do meio ambiente, ajudará a atrair os bons fluidos que tanto desejamos a meia noite de hoje.
Feliz 2014.

Next Post

O que esperar de 2014?

Um no ano se inicia, momento de rever as metas que imaginamos cumprir exatamente 12 meses atras e traçar novos objetivos. Isso não quer dizer que devemos deixar de lado as metas que não conseguimos atingir, afinal este é um bom momento para renovar as esperanças e as forças para […]