Unidades de Saúde de Itapuã promovem ações para reduzir índices de Tuberculose no bairro

Redação 1

Uma doença infecto contagiosa, e que tem feito diversas vítimas no bairro de Itapuã. Esse é o caso da tuberculose, que é causada pelo Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch, que ataca principalmente os pulmões, podendo atingir outras partes do corpo.

Entre o ano de 2012 e 2014 foram tratados cerca de 160 pessoas na região administrativa de Itapuã, e somente neste ano o índice já aumentou 100%, atingindo 43 pessoas somente até o mês de setembro. Essas vítimas estão recebendo tratamento na Unidade Básica de Saúde (UBS) Prof. José Mariane, também conhecida como 7º Centro.

Os sinais e sintomas da doença são: tosse há mais de três semanas, com produção ou não de catarro, febre baixa, fraqueza no corpo, falta de apetite acompanhada de emagrecimento, dores no peito e nas costas, sudorese noturna e até escarro com sangue.

Em Itapuã, o 7º Centro, dispõe do Programa de Combate a Tuberculose – PCT, responsável por receber a amostra de escarro e encaminhar para analise no Laboratório Municipal. A distribuição dos medicamentos acontece em rede básica de saúde, de forma gratuita, ou seja, sem nenhum custo adicional ao paciente.

Next Post

Grupo Raça promove encontro de capoeira em Itapuã neste final de semana

Acontece a partir desta sexta-feira (2), no Parque Metropolitano do Abaeté, a segunda edição do Ginga da Raça. O encontro é realizado pelo grupo de capoeira Raça, e além de ser uma confraternização com mestres de capoeira de diversas regiões, oferece apresentações culturais, rodas de samba e bate-papo com o […]