Juventude Itapuãzeira entrega documento à ACM Neto com adequações para projeto da Orla

Após o último encontro da Juventude Itapuãzeira, no início de abril – cuja pauta discutiu o projeto de requalificação da Orla de Itapuã – o movimento tomou a iniciativa de elaborar um documento, com adequações para o plano apresentado pela Fundação Mário Leal Ferreira. O objetivo é que sejam priorizadas as necessidades dos moradores, bem como o lado cultural do bairro.

Naquela ocasião, que contou com a participação da presidente da Fundação, Tânia Scofield e o arquiteto da instituição, Jorge Moura, bem como o subprefeito de Itapuã, Jaqson Souza, o projeto contemplava ciclovias, espaço para convivência e roda de capoeira; pista tátil para deficientes físicos, quiosques; área esportiva e equipamentos de ginástica, além de área para baianas de acarajé.

Mas, de acordo com o material produzido pela Juventude, o plano da nova Orla não privilegia espaços adequados para a manifestação de grupos culturais. Além disso, o esporte e uso infantil são espremidos pelos quiosques e estacionamentos. “Propõe-se que sejam feitas algumas alterações projetuais para que à memória, que traz o sentimento de valorização e pertencimento desse bairro, sejam dados o devido valor e rigor na proposta”, diz o documento.

O documento traz ainda a valorização de pontos como a Praça Dorival Caymmi e a Sereia de Itapuã. Enquanto no projeto da Fundação está previsto apenas a mudança de pavimentação da área, a Juventude sugere implementações estruturais, que evidenciem a importância do músico que faz parte da história do bairro. Conforme apresentação, o monumento da Sereia não receberá qualquer intervenção no plano da Prefeitura. No entanto, a Juventude reforça a importância de o desenho urbano valorizar a escultura de Mário Cravo e aponta possíveis mudanças.

“Já sabíamos que não seria fácil intervir num projeto desta magnitude, mas fomos motivados pelo discurso da presidente da Fundação e do subprefeito no dia do evento, que afirmaram que nos ajudariam nesta empreitada, com a possibilidade de inclusão das demandas. Porém, não tivemos sucesso ao tentar dar continuidade à conversa com a Tânia, mas entregamos o requerimento ao prefeito ACM Neto e vamos acompanhar”, destaca o presidente da Juventude Itapuãzeira, Eric Pereira.

Clique e confira o documento completo elaborado pela Juventude Itapuãzeira:

DEMANDAS FMLF2

Fonte: ItapuãCity | Camila Barreto

Next Post

Jovem de Itapuã ganha o mundo como jogador de Vôlei

Lailson Costa dos Santos, de 25 anos, é nativo de Itapuã e descobriu que tinha talento para o vôlei há 11 anos, quando ainda jogava nas quadras do Colégio Estadual Rotary. O baiano logo se destacou na modalidade e foi convidado para jogar no Esporte Clube Bahia dois anos depois. […]