25 de novembro de 2020

Morador de Itapuã denuncia acúmulo de entulho há três anos

Um residente da Rua Mandacaru, em Itapuã, denuncia ao Itapuã Ctity o acúmulo de entulho na região há cerca de três anos. De acordo com ele, o problema começou quando um material de reforma foi descartado e se agravou com o passar dos anos com a continuidade da prática por parte de funcionários que despejam resíduos de obras no local. 

O morador afirma que entrou em contato com a Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb), mas o órgão não forneceu nenhum retorno. Apesar disso, a empresa é responsável apenas pela coleta  que abrange o limite de 2m². Acima desse volume, a responsabilidade pela limpeza é de quem o descarta, o que não isenta a Limpurb da responsabilidade em fiscalizar os descartes indevidos.

“Esse material está atrapalhando, inclusive, a descida do próprio carro do lixo. Também percebemos que a população não colabora e descarta lixo no lugar, o que provoca focos de insetos e mau cheiro. Nós já tentamos limpar uma vez, mas o problema voltou acontecer. Precisamos de uma medida imediata quanto à fiscalização, para sanar esse problema.”, afirma. 

Em contato com a Limpurb recebemos o seguinte comunicado. “Referente à denúncia da Rua Mandacaru, Nova Brasília, informamos que o cascalho colocado na via pública está servindo de apoio para o muro não cair. Neste local, atrás do muro, existe uma grande quantidade de entulho. Equipe da Limpurb já localizou o proprietário do imóvel, que será notificado para adotar as devidas providências.”.