Rainha do Malê Debalê concorre a título de Deusa do Ébano

Dayane Souza, Rainha do Malê Debalê

A veia de dançarina deu sinais logo cedo. Aos sete anos, Dayane já arriscava os passos dos ritmos baianos. Mas foi depois dos 15 anos, no grupo Malê, que ela descobriu sua paixão pela dança afro e decidiu então concorrer à competição do grupo cultural. “Foi muito difícil, a preparação foi corrida, mas me dediquei e ganhei o reinado de 2013”, diz.

Ela aposta também em outra característica importante. “É fundamental que a vencedora tenha respeito pelo povo negro e humildade acima de tudo”, completa.

Para o presidente do grupo Malê Debalê, Claudio Araújo, a iniciativa da atual rainha em participar do concurso no Ilê fomenta ainda mais o valor da cultura negra. “O Ilê é parceiro do Malê, então estamos muito felizes de ver a Dayane confirmando sua identidade, sua raiz. O Malê estará sempre apoiando sua caminhada”.

A grande final acontece durante a Noite da Beleza Negra, no dia 08 de fevereiro de 2014. A Deusa do Ébano desfila com destaque durante o carnaval, representa a entidade em eventos sociais diversos e participa de viagens e turnês.

Fonte: Itapuãcity | Camila Barreto

Next Post

Placa + Ford = Placafor

Graças à ocupação dos povos indígenas que já habitavam a Ilha de Vera Cruz quando as caravelas portuguesas aportaram no Novo Mundo, diversas localidades da cidade de Salvador herdaram denominações tupis mesmo após a colonização lusitana ter se afirmado. Assim, bairros como Pituaçú, Itapuã, Sussuarana, Itaigara, Pituba e tantos outros […]