3 de setembro de 2020

Vereadora propõe construção de sistema de distribuição de água em Itapuã

A viabilidade de estudo para a construção de sistema emergencial de coleta e distribuição de águas pluviais em Itapuã foi indicada pela vereadora Lorena Brandão (PSC) ao prefeito ACM Neto. Para a legisladora, a medida é necessária por conta do serviço deficitário prestado não só ao bairro, como à cidade e as decorrentes reclamações de populares.

“Andando pelas comunidades, percebemos que a falta de água está entre as principais demandas. Isso é inadmissível. A Embasa precisa tomar providências e resolver este problema. A água, além de ser um direito de todos, é um bem essencial para o dia-a-dia e nosso bem-estar. Salvador é uma cidade com bom índice pluviométrico”, disse a vereadora.

Além de Itapuã, a edil indicou este estudo de viabilidade para os seguintes bairros: Bonfim, Valéria, Uruguai, Tancredo Neves, Ribeira, Sete de Abril, Sussuarana, São Cristóvão, São Caetano, Pernambués, Ipitanga, Pau da Lima, Lobato, Liberdade, Brotas, Cajazeiras e Cabula.

Confira abaixo o projeto de indicação na íntegra:

PROJETO DE INDICAÇÃO Nº 249/17

Considerando que:

a) a Embasa tem prestado um serviço de fornecimento de agua bastante deficitário na cidade de Salvador;
b) em decorrência disto, vários bairros de Salvador têm enfrentado constantemente a falta de água que muitas vezes duram dias;
c) Salvador é uma cidade com bom índice pluviométrico, que anualmente fica em cerca de 2.000 mm de chuva
d) considerando ainda que por seu clima tropical e por ser uma cidade litorânea Salvador registra chuva todos os meses do ano especialmente entre abril e julho onde o índice aumenta;
e) finalmente, considerando a existência de tecnologias de baixo custo e pouco agressivas ao meio ambientalmente, das mais complexas às mais simples, e estrutura Municipais como as Prefeituras Bairro;

A CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR INDICA: ao prefeito, a promover um estudo de viabilidade e construção de sistema emergencial de coleta e distribuição de águas pluviais no Bairro de Itapuã.

Sala das Sessões, 13 de março de 2017.
LORENA BRANDÃO