Prefeitura não cumpre prazo de entrega do Centro Esportivo de Itapuã pela terceira vez

Prefeitura não cumpre prazo de entrega do Centro Esportivo de Itapuã pela terceira vez

Novos impasses tem angustiado a população de Itapuã, que espera ansiosamente pela inauguração do Centro Esportivo prometido pela Prefeitura de Salvador. Desde 2017 que o antigo espaço, conhecido como “Campo da Ilha”, foi totalmente demolido para a construção do novo equipamento, que tinha previsão de entrega em junho do mesmo ano.

Cerca de 2 anos e meio já se passaram, e após adiar pela terceira vez o prazo de conclusão das obras, a Prefeitura de Salvador novamente não conseguiu entregar o Centro Esportivo para a população. Segundo informações que constam na placa encontrada no local, a obra está orçada em mais de 2 milhões de reais, e o último prazo de entrega previsto para o dia 03/07/2019.

A redação do ITAPUÃCITY entrou em contato com a Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer, para saber os motivos da não conclusão da obra após esse longo período, assim como esclarecer se houve acréscimo no orçamento devido ao alongamento do prazo previsto. Porém, a SEMTEL enviou apenas a nota a seguir, sem informar de fato os motivos que estão ocasionando este atraso, assim como quais serão os novos prazos de entrega. Confira:

NOTA RESPOSTA CENTRO ESPORTIVO

As obras no Centro Esportivo de Itapuã, iniciadas em 2017, que teriam data prevista de entrega em julho deste ano, se encontram atrasadas devido a problemas com a própria empresa contratada. A Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer, SEMTEL, está buscando soluções para resolver, com brevidade, a situação do equipamento e entregar o mais rápido possível para a população de Itapuã.

Sobre o equipamento

Com espaço de 2,5 mil metros quadrados, sendo 1,6 mil metros quadrados de área construída, o centro pretende atender principalmente crianças e adolescentes de 6 a 16 anos, que participarão dos projetos de iniciação esportiva de alto rendimento. No entanto, o espaço estará aberto também a todos os moradores das comunidades do entorno e de outras localidades. No local, poderão ser promovidas dez modalidades esportivas: basquete, ginástica rítmica, vôlei, handebol, judô (olímpico e paralímpico), lutas, tae-kwon-do, voleibol sentado e futsal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

I accept the Privacy Policy