Itapuã está classificada como área de risco para dengue
   

Itapuã está classificada como área de risco para dengue

dengue

Quatro regiões de Salvador são classificadas como área de risco para a dengue, entre elas Itapuã. A informação foi confirmada pelo subsecretário da Secretaria Municipal de Saúde, Dércio Martins, em balanço feito à imprensa nesta terça-feira (15). O mosquito Aedes Aegypti tem apresentado perigo maior no Subúrbio Ferroviário, Centro Histórico, Brotas e Itapuã.

Durante evento no bairro de Valéria, o subsecretário ressaltou que, na cidade como um todo, o balanço da operação Dengue 2021/202 é considerado positivo. Os mil agentes acionados realizaram 3.491.393 inspeções sanitárias e foram eliminados 1.302.384 criadouros do mosquito. “A cada 100 casas, 1,5 casa tem foco do aedes aegypti”, afirmou Martins.

Com investimento de R$ 4 milhões, explicou o dirigente, a operação se espalhou nos 12 distritos sanitários e 170 bairros da capital. Dércio Martins esclareceu que o combate à dengue envolve outros órgãos municipais, como a Seman, responsável pela limpeza de côrregos, e a Limpurb, que recolheu 211 toneladas de material que trariam riscos de atrair o Aedes Aegypti.